Comments
8.07.11

              

Agora o Deu a Louca está de cara nova, mas não deixe de continuar nos visitando, lendo e comentando os nossos novos post’s (e os antigos também).

http://deualouca.com/

Comments
12.11.10

Seriados que Amamos: Glee!       

  Por Nathália Campos   

http://4.bp.blogspot.com/_-eUyqgPTle4/SzqdUKmzunI/AAAAAAAAAAw/CkPmpnPoZzw/S1600-R/4886e_glee..jpg

            Você já deve ter ouvido falar de Glee. Se não ouviu, sinto dizer, mas, EM QUE MUNDO VOCÊ VIVE?

            Glee é o hit do momento e não é só na televisão, onde a série estreou em maio de 2009. Já falei de Glee aqui em um post sobre bullying e além de estar no meu coração (ai sou muito brega,eu sei!), os Gleeks estão em toda parte. Por isso, assim que a Alana apareceu com a idéia de falar sobre um seriado por semana (olha aqui o post dela falando sobre The Walking Dead), eu falei: quero falar de Glee (um beijo pro Alan que me obrigou a ver), que no momento, é a minha série preferida de todos os tempos! Além disso a Alana falou que nós do DAL somos viciadas em seriados e quase nós todas somos viciadas em Glee.

Por isso, fiz uma listinha linda pra você que ainda não viu Glee e pra você que já vê (e por favor diga se você concorda comigo) sobre MOTIVOS para amar Glee (não que sejam necessários motivos, porque Glee é uma série auto-amor (?), o que explicando minha expressão idiota, significa que você vai amar só de ver, eu garanto!)

1. A história de Glee gira em torno de Will Schuester, um professor de espanhol que decide dar um novo rumo para o coral da escola. O grande problema é que os alunos que se inscrevem para cantar no Glee Club são os grandes perdedores da escola, aqueles zoados por todo mundo. É ai que somos apresentados aos Gleeks. Sabe aquela série que é impossível você ter ÓDIO de um personagem? Que não tem um vilão? É óbvio que vai ter aquele que você vai se identificar mais, sempre tem… Mas com certeza é o conjunto da obra que faz Glee ser tão legal. Os personagens já saíram das telas e foram parar na internet. Alguns deles tem twitters, comandados pelo pessoal da FOX, que é a emissora que transmite a série nos EUA e aqui no Brasil. Você pode por exemplo acompanhar a vida da Rachel ou a vida do KurtSueQuinn e Mr.Schue também estão online, assim como a Brittany (que é super esperta, também no twitter -não!)


2.  Glee faz regravações das músicas mais fodásticas de todos os tempos.Tem para todos os gostos: musicais da Broadway, trilhas sonoras de filmes e músicas que marcaram gerações, seja a da sua avó, a da sua mãe ou a sua mesmo.  É totalmente difícil escolher a minha regravação preferida, porque todas ficam MUITO legais (e a grande maioria – tirando umas duas, TODAS, na minha opinião – melhores do que as versões originais), então eu não vou fazer isso…Já escrevi esse parágrafo mais de três vezes e em todas elas eu não fui capaz de escolher menos de 20 músicas! Aqui você acha todas as músicas que Glee já interpretou e foram TANTAS que eu tenho certeza que você vai achar a sua preferida.

3. Se os personagens são impossíveis de odiar, os atores e atrizes do seriado não deixar pra trás. É tanto talento e fofura! Sempre arrasando nos Red Carpets da vida, eles são super carinhosos com os fãs e com os colegas de trabalho. E assim como os personagens, eles também estão no twitter. Você pode acompanhar o dia a dia da Lea, do Cory, da Naya, do Kevin, daAmber, do Chris, do Chord, do Matthew, do Mark, da Dianna, doHarry e da Jenna. Só não pode acompanhar a Heather, porque a fofa tem twitterphobia! E fique super alegre. Eles adoram colocar fotos do cast gravando ou fazendo palhaçadas. Tipo, MUITO fofos!


4.  Glee tem as participações mais legais de todas! A princesinha do pop, Britney Spears, já deu as caras na temporada atual, em um episódio feito em sua homenagem. Jonathan Groff, que dividiu os palcos da Broadway com Lea Michele,também apareceu por lá.  A série também já recebeu a ganhadora do Oscar Gwyneth Paltrow,que fez o papel de uma professora substituta, também na temporada atual. Darren Criss,famoso por ter interpretado Harry Potter em A Very Potter Musical (como o nome diz, um musical de Harry Potter – ENGRAÇADISSIMO) está participando da temporada atual, mas já tem papel fixo garantido na terceira. Além desses, Sarah Drew (que faz a Dr. Kepner em Grey’s Anatomy  - série que nós vamos falar depois), Neil Patrick Harris (que faz How I Met Your Mother – outra série!) e Olivia Newton-John (que fez Grease!), também dão as caras em Glee.

5. Os Gleeks brilharam nas premiações em 2009 e 2010,sendo a série mais indicada ao Golden Globe e a segunda mais indicada ao Emmy - com 19 indicações! Além disso, a vendagem dos CD’s é altíssima (já são 6 CD’s - Glee,The Music volumes 1,2,3 e 4; Glee - The Power of Madonna e Glee - The Christmas), considerando que vivemos em um mundo que convive diariamente com a pirataria. As músicas da série também são sucesso no iTunes, quase sempre ocupando o primeiro lugar entre as mais baixadas.  Oprah fez um programa inteiro dedicado a Glee. Eles também se apresentaram no X- Factor, na Inglaterra. Glee também foi indicado ao Grammy,que é o prêmio da música, em duas categorias. Como se não bastasse tudo isso ai, o cast foi convidado pra cantar na Casa Branca! Se você colocar no Youtube “Glee+ White House” você acha as performances do cast para a família de Obama. É o poder Gleek! Fala se não dá vontade de um GleeTourInBrazil agora? AAAAAAAAAH!


 6. Além das músicas, dos atores, dos personagens e da premiação a parte mais importante é a mensagem que Glee passa. Você é especial, não importa como você veio ao mundo: branco, preto, amarelo, magro, gordo, hetero, homo, feio, bonito, loser ou jogador de futebol/ cheerio! Você é especial, por ser quem você é. Glee é uma série sobre aceitação, sobre enfrentar dificuldades e ser feliz. Já dizia a música do Bruno Mars, que foi regravada pela série: You’re amazing, just the way you are. (Você é maravilhoso(a), do jeito que você é.)


Bom, é isso. Se eu fosse falar mais, eu iria ficar aqui o dia INTEIRO, porque pra mim Glee nunca é demais, mas minha irmã já desistiu de assistir de tanto que eu falo na série hahaha

Para saber mais sobre Glee, você pode acompanhar twitters de fãs (@alwaysglee, @todofandeglee); fansites (@gleekoutbr, @gleeclubcombr) e o twitter oficial de Glee na FOX (@gleeonfox). Mas fãs de Glee pelo mundo não faltam e se você procurar “Glee+ Twitter” ou “Glee+ Tumblr” certeza que você vai achar milhões de Gleeks, afinal…

Junte-se ao Club! haha

Beijos :*

 

Comments
12.05.10

Sei que já faz um bom tempo que o show aconteceu, mas como havia sido prometido, aqui está o relato do melhor show dos últimos tempo: Paul McCartney, no Brasil.

Não tenho medo de dizer que quem estava no Morumbi no dia 21/11 se lembra daquele show como o melhor de sua vida. Da minha, com certeza, foi. Chegar a São Paulo às 9:30am, depois de uma madrugada inteira na estrada, e, após conseguir finalmente pegar meu ingresso e o do meu pai, ir direto para a fila não foi nada perto do sol escaldante que resolveu aparecer no céu naquele dia. Guarda-chuvas viraram nossos protetores, mas nada conseguia afastar o calor insuportável que sentíamos.

Mas essa não era a parte importante. Algumas gotas de suor escorrendo, pernas e bundas doendo de ficarem sentadas esperando, pessoas tentando furar a fila, o frio na barriga ao ouvir que Sir Paul McCartney chegava ao estádio, tudo isso já era esperado.

Às 5:30pm os portões foram abertos. Aí o frio na barriga aumentou, o nervosismo dominava qualquer outro sentimento que tentava aparecer. As pessoas que estavam na minha frente na fila viraram minhas concorrentes e as de trás minhas melhores amigas, tudo para garantir meu bom lugar. Logo na entrada, fomos obrigados a ser revistados e ali a mulher jogou fora meus dois pacotes de balões brancos para a homenagem (e eu escondi minha sombrinha, que ao terminar o show eu encontrei toda quebrada).

Uma pausa para explicar um pouco das homenagens: havia sido combinado pelos internautas que iam ao show que faríamos três homenagens ao nosso querido Macca. Em primeiro lugar, quando as luzes se apagassem para que ele entrasse no palco, cantaríamos em coro “we love you, yeah, yeah, yeah”, uma adaptação da música “She Loves You”, dos Beatles. Depois, quando ele começasse a cantar a música “A Day In The Life”, encheríamos balões brancos para que em “Give Peace A Chance” os levantássemos, em um pedido pela paz. Finalizando, quando Sir Paul estivesse se despedindo de nós, cantaríamos “You say goodbye and I say hello… Hello, hello! I don’t know why you say goodbye and I say hello”.

Voltando ao Morumbi, entramos e corremos para o nosso lugar, na Arquibancada Azul, tentando descobrir qual seria o melhor ponto para que conseguissemos enxergar bem nosso querido Macca, e acho que fizemos uma boa escolha. O sol continuava sobre nossas cabeças, mas já não nos incomodava, nós estávamos dentro!

Pulando a parte em que velhinhas encheram nosso saco pensando que queríamos roubar seus lugares e a comida HORRÍVEL da lanchonete do estádio, chegamos a duas partes pré-show que não podem deixar de ser comentadas. A primeira foi o mega entusiasmo e confiança de um cara que, sozinho, conseguiu animar nossa arquibancada a começar uma “ola”, que aos poucos dominou o estádio e, mais perto do começou do show, se transformou em uma perfeita onda humana. A segunda foi o casal jovem, um garoto e uma garota que nunca haviam se visto, que estava na nossa frente e conseguiu toda a nossa arquibancada torcendo para eles ficarem juntos (também contando com a participação do nosso amigo animador de “olas”). Depois de ter uma multidão gritando para que eles se beijassem, é óbvio que eles seguiram o conselho (a propósito, Pedro e Stephanie, se vocês estiverem lendo isso, nós achamos que vocês deveriam se casar).

Faltando cerca de 25 minutos para o começo do show, um vídeo é iniciado no telão. Fotos, desenhos e boas músicas. O frio na barriga ficando ainda maior. Ninguém queria saber mais de fazer a “ola”, ninguém saía do lugar, todo mundo esperava a chegada do Sir. E, sempre pontual, às 9:30pm Paul McCartney entra no palco ao som de “Venus and Mars”, sem nos dar a oportunidade de fazer a primeira parte da homenagem.

Não consigo me lembrar de muita coisa além dos meus gritos e do choque de ver ELE na minha frente. Também não vou falar aqui da setlist inteira, mas sim dos momentos que para mim, e acredito que para a maioria, foram mais marcantes. Sem contar, é claro, da graça de vê-lo falando em português frases como: “essa música eu fiz para a minha gatinha Linda” ou “a próxima música é uma homenagem ao meu amigo George”.

Não consigo me lembrar exatamente em qual intervalo de músicas isso aconteceu, mas me lembro de conseguir ouvir, pelo microfone do Paul, o pessoal da Pista Prime cantando o que havia sido combinado para o início do show. Empolgada, entrei no meio cantando e só parei depois que ele respondeu “I love you, yeah, yeah, yeah” de volta para nós. Uma parte da homenagem já havia sido cumprida.

A música feita por ele para John Lennon, recebida pelo público com um coro de “John”, foi sem dúvida emocionante, mas não conseguiu superar sua homenagem a George Harrison. Eu achei que “Here Today” me faria chorar, mas “Something” quase me desidratou. Ouvir a multidão gritando “I don’t know, I don’t know”, colocando o coração nessa música, enquanto atrás de Paul McCartney eram mostradas fotos de seu amigo foi um dos momentos mais bonitos do show.

Depois de músicas animadas, cantadas para secar as lágrimas do público e fazer o chão da arquibancada tremer sob nossos pés (como em “Ob-La-Di, Ob-La-Da”, música que eu acho ser a única pessoa na Terra a não gostar), chegou nossa vez de retribuir. Como meus balões haviam sido barrados, acreditei que quase não haveria balões brancos no estádio, mas ao começar “A Day In The Life”, meu queixo caiu. Milhares de pontinhos brancos começaram a surgir no meio do povo e em “Give Peace A Chance” o Morumbi já estava tomado. Enquanto jogavam os balões para o ar e gritavam “all we are saying is give peace a chance”, as pessoas também batiam palmas e emocionavam Paul McCartney, que terminou a música com os olhos úmidos e dizendo “wow, you are really something else (uau, vocês são realmente algo a mais)”.

E é claro que, como um bom Sir, ele não deixaria nossa homenagem desamparada e também faria a sua. Após cantar “Let It Be”, veio um dos momentos mais emocionantes do show: “Live And Let Die”. Confesso que havia evitado saber dos shows anteriores para garantir que aquele fosse uma surpresa, mas eu não esperava aquela surpresa. Exatamente no momento em que eu sempre imaginava labaredas na beirada do palco, aquilo aconteceu, mas o que me pegou de surpresa foi o show de pirotecnia atrás do palco enquanto sua banda arrasava no “tananan tananan tanan” (se quiser conferir o que eu to falando, clique aqui). Ao terminar essa música eu fui obrigada a me sentar, minhas pernas estavam moles!

Então veio “Hey, Jude” outra que fez a multidão cantar, principalmente no famoso “na na na nanana” e Sir Paul saiu do palco. Algumas pessoas, que até hoje não sabem que existe o “bis”, começaram a ir embora e quem esperou pode curtir mais três músicas fodas. Outra saída, outra volta. Dessa vez ele entrou com “Yesterday”, fez o estádio inteiro pular e gritar com “Helter Skelter” e se despediu ao som de “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band / The End”.

Estava tudo muito bem, Paul corria pelo palco como uma criança de 7 anos, e não de quase 70, e eu parecia já prever, quando ele chutou uma bola em cima do palco, que aquilo não daria certo. Quando planejava dar sua última volta, segurando uma bandeira do Brasil, enquanto papéis verde e amarelo picados eram jogados no povo, Paul McCartney tropeçou em uma caixa de som e caiu. Todo mundo pareceu ter a mesma reação de susto, mas aplaudiu e gritou quando ele se levantou e saiu do palco como se nada tivesse acontecido. Uma pena foi o susto ter nos impedido de cumprir com a última parte da homenagem, pelo menos de onde eu estava, não parecia ter ninguém cantando nossa despedida.

O show terminou por volta de 00:15 e o calor ainda dominava São Paulo, que naquele dia não derramou uma gota sequer de chuva. Eu me recusava a sair do estádio, era muito triste pensar que havia acabado, aquilo pelo qual eu havia esperado meses havia chegado ao fim. Sair do Morumbi, caminhar até o ônibus e apagar de cansaço foram feitos apenas pelo meu corpo, meu coração e minha mente ainda estavam no mesmo lugar, naquele palco, em frente ao Paul McCartney, durante o melhor show da minha vida.

(Para ver um vídeo de agradecimento ao Brasil e à Argentina, feito pela produção do Paul McCartney, em que aparece nossa homenagem com os balões brancos, clique aqui).

Lívia Magalhães

Comments
12.04.10

Seriados que Amamos: The Walking Dead

Por Alana

Nós meninas que escrevemos aqui no Deu a Louca somos em nossa maioria completamente viciadas em seriados! Então pensamos, porque não uma sessão para recomendar para vocês o melhor do que vimos? Por isso a criação do “Seriados que Amamos” (nome sujeito a mudanças hahahaha) todo sabado aqui para vocês queridos leitores. Então o que acham?

Então para estrear a sessão vou compartilhar para com vocês o meu novo vício! The Walking Dead

O seriado conta a história de um grupo de sobreviventes em um mundo pós-apocalíptico dominado por zumbis, que tentam a todo custo achar uma forma de sobrevivência, e de ficar um segurança dos zumbis que se alimentam de carne humana fresca, aka humanos não contaminados (sic)

Baseado na revista em quadrinhos de Robert Kirkman, o seriado vai além muito além do que é explorado pelos filmes de zumbi, e trata do lado humano da história, o drama dos personagens, os dilemas de sobrevivência e até o questionamento do que é certo ou errado em um situação assim. O personagem principal é Rick, um policial que foi baleado antes da grande infecção e acorda de um coma sozinho em um hospital abandonado. Sem entender nada do que está acontecendo e vendo cadáveres espalhados pela cidade abandonada ele vai em busca de sua familia. 

A primeira temporada é bem curtinha, com apenas 6 episodios, sendo que o sexto vai ao ar amanha, domingo dia 5. The Walking Dead fez tanto sucesso que até antes da sua estreia a segunda temporada de 13 episódios já foi confirmada para o ano que vem.

Para que morre de medo de zumbies e coisas assim mas ficou curioso com o seriado eu sugiro procurar no youtube vídeos do making off do programa, fica muito mais tranquilo para assistir sabendo como aquilo tudo foi feito. 

Quem gosta de um bom seriado de drama com umas porções de suspense e tensão tem que assistir The Walking Dead, a história é bom, a direção excelente, os personagens convincentes,e a trama é tão envolvente que você vai se questionar que faria em uma situação como a deles.  Vai ser tortura ter que esperar até o ano que vem para assistir a segunda temporada

Ai o link da promo para quem se interessou, http://www.youtube.com/watch?v=R1v0uFms68U. As semelhanças com 28 day latter no inicio são enormes, mas só o inicio.


Comments
11.30.10

Por Alana

Eu tenho cabelos cacheados, e quem me conhece sabe que desde que eu entrei na adolescência sabe que eu tenho uma eterna luta contra o ressecamento deles.

A oleosidade do cabelo, quando não produzida em excesso, serve para manter o cabelo saudável, sedoso e brilhante. Ela é produzida pelo couro cabeludo e “escorre” pelos fios até as ponta. No meu caso, o formato dos meus cachos dificulta o transporte da oleosidade deixando o meu cabelo seco, opaco e sem vida.

Desde de sempre uso cremes e shampoos que pudessem hidratar os meus fios o máximo possível, e foi nessa busca que eu li uma resenha no blog Hey Cute sobre o creme de tratamento noturno na Novex, e como tinha sido bom para os cabelos dela e resolvi comprar (mesmo tento cabelos completamente diferentes do dela!).

O creme tem que ser aplicado de noite, com os cabelos seco ou úmidos e não precisa ser retirado no dia seguinte. Com um cheirinho bem gostoso e fraquinho ele promete re-nutrir e dar um tratamento mais intensivo das madeixas. A textura dele está entre um creme para pentear e um leite para pentear sabem? Bem levinho para não deixar o cabelo grudado.

Não vou falar que deixou o meu cabelo macio como uma seda e sem pontas duplas, porque isso seria mentira, mas isso não me faz gostar menos do creme, ele ajudou muito com aqueles fios rebeldes e esquisitos que ficavam na parte de traz do meu cabelo quando eu acordava e deixou eles MUITO brilhosos, a diferença é gritante das noites que eu uso e das que eu esqueço de passar.

Já estou no meu segundo pote, e o creme rende muito, uma quantidade do tamanho de uma moeda de um real já da para o cabelo todo (e olha que eu tenho cabelo de mais!). Que eu tenho certeza que ele pode ser encontrado nas Americas e nas lojas Rede, tenho a impressão que também ele vende em algumas farmácias, e o preço é amigo, menos de 10,00 reais.

Fica ai a dica para quem quiser uma ajudinha na busca pelos cabelos perfeitos, depois voltem para comentar o que acharam se vocês usarem!

Ps: o blog ficou paradinho por causa do fim do periodo maluco que tivemos, mas agora vamos tentar voltar a rotina normal. Eu já tenha a listinha de posts para fazer hahahah

Comments
11.04.10

                          Enem: chegou o dia!

               

por Olívia P.

Dia 6 e 7 de novembro você estará realizando o Exame Nacional do Ensino Médio e provavelmente já deve ter lido ou ouvido (da sua mãe e de seus professores) todas as dicas possíveis pra conseguir se dar bem no que eu chamo como o ‘dia mais cansativo da sua vida’. Nós do Deu a Louca desejamos que nossas leitoras realmente consigam uma boa nota, suficiente pra conseguir entrar no curso que deseja (esperamos ter novas coleguinhas no Jornalismo, okay?haha) e por isso eu decidi dar as minhas dicas pra não se desesperar e sair da sala sorrindo (e não chorando como você ta achando que vai acontecer).

- Na sexta feira nada de estudar, descanse. Assista um filme com seu namorado, com sua amiga, com sua mãe (nada de escolher aquele filme que te faz chorar, pegue uma comédia.) Dica de filme: Morte no funeral (a versão inglesa)


- Não vá dormir tarde. Você acha que é só de estudo que se faz um vencedor? Não vá pensando que chegar morrendo no dia da prova vai te ajudar em alguma coisa


- O que te deixa relaxada o suficiente pra conseguir fazer com que você se concentre?  Chocolate? Bala? Chiclete? Leve! Não esqueça a garrafinha d’agua!


- Eu sempre começo pelas provas que tenho facilidade, mas consigo resolver sobre pressão as outras (se sobrar pouco tempo, por exemplo). E você? Acha que é melhor começar pela matéria que tem dificuldade? Vai nessa, você é que tem que decidir o que é melhor.


- Olhou pro lado rapidamente e percebeu que todo mundo ta com uma carinha boa? Não se desespere, eles provavelmente estão chutando tudo e achando que já tão na Universidade. Trate de manter o foco na prova!


- Sentiu que seu corpo não agüenta mais? Peça para ir ao banheiro, lave o rosto, respire fundo e esfrie a cabeça. Você não vai perder tempo se fizer isso, vai ganhar.

Então é isso pessoas! A gente deseja toda a sorte do mundo (inclusive calma e paciência, você vai precisar). Caso não dê dessa vez, não fique triste, tudo tem um motivo pra acontecer. Esperamos receber noticias boas! Abraço das Loucas.

Comments
11.01.10

                   Música para correr pelo campo

Por Alana

Bom, eu sempre associei músicas para cada fase da minha vida, tem aquelas que quando eu escuto eu lembro da minha mãe fazendo janta em noites bem quentes com o som ligado (estranho eu sei), outras eu lembro da época que eu morei fora, de quando eu estava estudando como uma maluca para passar no vestibular, e tem também as músicas que me passam vontade, de chorar, de sair comprimentando estranhos, de ir fazer academia, e aquelas músicas bem fofinhas que dão vontade de começar a mudar a nossa vida para melhor, de tirar tudo de ruim e só viver as partes boas. Tipo sair correndo pelo campo! Vocês entendem o que eu quero dizer? 

Bom eu falei esse monte de bobagens porque eu tenho escutado duas músicas que ficam no ‘repetir’ do meu iTunes e eu não enjôo nunca, e eu queria compartinhar com vocês queridas e queridos.

A primeira é da sempre diva Katy Perry, o primeiro single do seu albúm novo, Fireworks, música que leva o mesmo nome do CD tem uma letra bonitinha que passa a ideia que a gente tem que lutar pelo que quer. #katyfofa

http://www.youtube.com/watch?v=QGJuMBdaqIw&ob=av2n

E a outra música é de uma banda que eu nunca tinha ouvido antes e depois de ter ficado completamente apaixonada por essa música vou procurar sobre o CD deles. A música é Hey, Soul Sister da band Train, e a primeira vez que eu escutei ela foi na OiFM no carro da minha mãe no meio de um trânsito da Tailândia e quando eu escutei fiquei tãoooo calminha que eu cheguei em casa e fui correndo procurar para escutar de novo!

http://www.youtube.com/watch?v=4DrX8AFIQao

Se vocês gostarem desse post comentem que eu tenho uma lista gigante de músicas de que dão vontade de sair por ai correndo por um campo florido de margaridas e o sol se pondo (sou muito poética). E comentem também sobre o que vocês acharam do layout novo do blog e qualquer outra coisa que vocês gostariam de nós, meninas do Deu a Louca.

Ps: a foto é meramente ilustrativa hahaha


Comments
10.29.10

O Sir está chegando!

  


Paul McCartney, após 17 anos sem pisar em terras brasileiras, traz ao país sua Up and Coming Tour, deixando milhares de fãs à beira da loucura. E não é por menos! O ex-Beatles já está com 68 anos, mas ainda tem muito fôlego.

Segundo informações não-oficiais divulgadas na internet, a set list dos shows que ele fará em Porto Alegre - RS (07/11) e São Paulo - SP (21/11 e 22/11) conta com cerca de 37 músicas! Ficou curioso pra saber os sucessos que nosso querido inglês irá tocar? Confira então a suposta set list brasileira:

1. Venus And Mars/Rock Show

2. Jet

3. All My Loving

4. Letting Go

5. Drive My Car

6. Highway (The Fireman cover)

7. Let Me Roll It / Foxy Lady (HendriX cover)

8. The Long And Winding Road

9. Nineteen Hundred And Eighty-Five

10. Let ‘Em In

11. My Love

12. I’ve Just Seen A Face

13. And I Love Her

14. Blackbird

15. Here Today

16. Dance Tonight

17. Mrs Vanderbilt

18. Eleanor Rigby

19. Ram On

20. Something

21. Sing the Changes (The Fireman cover)

22. Band On The Run

23. Ob-La-Di, Ob-La-Da

24. Back In The U. S. S. R.

25. I’ve Got A Feeling

26. Paperback Writer

27. A Day In The Life / Give Peace A Chance

28. Let It Be

29. Live And Let Die

30. Hey Jude

BIS 1:

31. Day Tripper

32. Lady Madonna

33. Get Back

BIS 2:

34. Yesterday

35. Helter Skelter

36. Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (Reprise)

37. The End

E para provar que fãs de Paul McCartney são fiéis, independente do tempo que se passe entre uma visita e outra do cantor ao país, os ingressos para os shows se esgotaram rapidamente.

A pré-venda para o show do dia 21 de novembro, em São Paulo, realizada apenas para clientes do banco Bradesco, teve início às 23:45 do dia 14 de outubro e os ingressos para a pista prime, lugar mais caro, acabaram em 10 minutos e deixaram muita gente irritada. Todo mundo queria ver o Sir de pertinho!

Como aqui no site temos duas loucas que são beatlemaníacas e apaixonadas pelo Paul (eu e Olívia), aguardem que após o dia 21/11 vocês terão o relato completo do show de São Paulo! E, se alguém também estiver indo e quiser nos encontrar pra bater um papo, é só entrar em contato com a gente pelo nosso twitter ou e-mail.

So let it be, let it be…

                                                                            Lívia Magalhães Ferreira

Comments
10.17.10

        Dá-lhe Wagner Moura!

Por tatá bittencourt

Depois do sucesso que Tropa de Elite 2 vem fazendo nos cinemas brasileiros, acho que o protagonista do filme vale destaque no nosso blog. O baiano Wagner Moura conquistou não só o coraçãozinho das mulheres, como a admiração de um grande público, diante de suas excelentes atuações no cinema, novela, teatro e televisão.

Vão aí algumas fotos do nosso galã com vários estilos diferente. Escolha o seu preferido!

Adoro esse estilo de roupa, deixa muito elegante sem precisar de muita coisa!

Neste estilo houve mais investimento, adorei o colete!

Na verdade, prefiro o cabelo mais curto, mas o look tá super fofo!

De looonge, a minha preferida!

Sorrisinho foooofo!

E aí, já escolheu sua preferida?

Page 1 of 15